Gagliano Neto

Por José Rezende

Leonardo Gagliano Neto iniciou a carreira de locutor esportivo na Rádio Cruzeiro do Sul, em São Paulo. Em 1938, o jovem pernambucano de 27 anos transmitiu com exclusividade pela Rádio Clube do Brasil a Copa do Mundo diretamente da França.

As rádios Cruzeiro do Sul do Rio de Janeiro e Cosmos e Cruzeiro do Sul de São Paulo entraram em cadeia com a Rádio Clube do Brasil, em colaboração com os jornais O Globo e Jornal dos Sports. Gagliano Neto era o único locutor sul-americano a transmitir os jogos de nossa seleção.
O estilo sóbrio e a facilidade de improvisar de Gagliano Neto chegavam aos ouvidos dos torcedores brasileiros através de altos falantes nas praças públicas das principais cidades. O Brasil parou. Nas residências, mesmo com a precariedade dos receptores, as transmissões tinham grande audiência.

Em 1948, no Rio de Janeiro, Gagliano Neto fez da Emissora Continental a primeira rádio esportiva e informativa, cujo slogan era: “Emissora Continental, 100% esportiva e informativa”. Quando terminavam as coberturas esportivas, seus locutores anunciavam: “voltamos a falar da nossa sede, ontem, hoje, amanhã e sempre a verdadeira casa do esporte”. A presença de Gagliano era tão marcante que a Emissora Continental divulgava sua programação esportiva como “Rádio Esporte Gagliano Neto”.
Gagliano trabalhou ainda nas Rádios Nacional, Mayring Veiga e Globo e encerrou a sua carreira quando retornou a São Paulo.

Foto 01 – Leonardo Gagliano Neto
Foto 02 – Gagliano comanda o Departamento de Esportes da Rádio Globo
Foto 03 – Na divulgação das programações esportivas das rádios cariocas, a Emissora Continental se anunciava como Rádio Esporte Gagliano Neto

F 01 - Gagliano Neto    

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *