À Memória de Teixeira Heizer

por: José Rezende

teixeira heizer hpNo último dia 5 de abril de 2016, Teixeira Heizer lançava na Livraria Travessa, em Ipanema, seu último livro “A outra história de cada um”. No dia seguinte foi internado num hospital na Barra da Tijuca. Na tarde de ontem ele nos deixou órfãos. Teixeira era um ícone do jornalismo esportivo que ao longo de sua carreira ensinou os segredos da nossa profissão a várias gerações.

A outra história de cada um está nas páginas da sua última obra. Porém a história de Teixeira Heizer ficará eternamente na nossa memória. O início foi na saudosa Emissora Continental 100% esportiva e informativa lá pelos idos dos anos 50, convidado por Carlos Marcondes. (foto Celso Pupo)

A equipe era liderada por Waldir Amaral que se tornou seu grande amigo. Em 1962, Teixeira o acompanhou quando da sua ida para a Rádio Globo. Além desses veículos, Teixeira Heizer trabalhou na TV Globo, na Rádio Nacional. Há 15 anos era comentarista dos canais Sport TV.

Em 1965 a TV Globo realizou a primeira transmissão esportiva. Jogaram amistosamente Brasil x União Soviética, no Maracanã. Lá estava Teixeira Heizer no comando daquela transmissão histórica.

Outro importante livro escrito por Teixeira Heizer tem o título de “O jogo bruto das Copas”. Eclético, ele conhecia praticamente todos os esportes. Após cobrir o  Pan Americano de 1959, deu esclarecedora entrevista à Revista dos Esportes sobre a participação brasileira na competição.

No II Seminário da Associação de Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro realizado por ocasião de seus 99 anos de fundação, Teixeira Heizer, ao lado vários  companheiros, recebeu o certificado de reconhecimento pelo talento, empenho e dedicação no exercício do Jornalismo Esportivo.

A Diretoria da ACERJ, presidida por Marcos Penido, e seus associados expressam neste momento seu profundo pesar pela irreparável perda. Nosso consolo é que você Texeira Heizer permanecerá eternamente na nossa  memória. Seus exemplos são legados jamais esquecidos.

Em 1955, Teixeira Heizer na equipe da Emissora Continental comandada por Waldir Amaral

  • Em 1955, Teixeira Heizer na equipe da Emissora Continental comandada por Waldir Amaral

O repórter Teixeira Heizer entrevista o presidente Juscelino Kubistchek no Palácio do Catete

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • O repórter  Teixeira Heizer entrevista o presidente Juscelino Kubistchek no Palácio do Catete

F 03 - Teixeira Heizer - Emissora Continental - Teixeira Heizer

  • Ao microfone da Emissora Continental, Teixeira Heizer fala sobre os Jogos Pan Americanos de 1959

F 04 - Teixeira Heizer - 1959 - entrevista a RE sobre o Pan Americano - I -

  • Entrevista de Teixeira Heizer à Revista do Esporte em 1959

9

  • Entrevista de Teixeira Heizer à Revista do Esporte em 1959

Teixeira Heizer 1

  • Teixeira Heizer com o certificado recebido no 2º  Seminário ACERJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *