ACEB é recebida na CBF

ACEB e CBF já conversam sobre os novos rumos do futebol brasileiro. Nesta quarta-feira, 1º de outubro, a Diretoria da Entidade nacional dos cronistas esportivos (ACEB) foi recebida na sede da CBF pelo vice presidente (e presidente eleito) Marco Polo del Nero, que deu total abertura para que os mais diversos assuntos relativos ao futebol fossem abordados.

– A imprensa é crítica por natureza, entendo isso. Quando há fundamento, aceitamos a crítica e procuramos corrigir. Quando há equívocos de jornalistas, nós explicamos através de nosso site. Só não aceito ofensas, disse Marco Polo.

O presidente da ACEB, Eraldo Leite, disse que a crônica esportiva não faz a crítica pelo prazer de criticar, mas para apontar erros e soluções que beneficiem o futebol brasileiro.

– Ninguém ficou feliz com os 7×1 da Alemanha. A imprensa também se sente envergonhada, afinal somos todos brasileiros. Mas não podemos deixar de criticar os erros. O público torcedor espera isso da imprensa.

A questão do credenciamento para os jogos de futebol foi tratado como um capítulo especial. Recentemente a CBF instituiu novos protocolos de conduta para entrada em campo e atuação de repórteres. Entretanto, um item causava má interpretação, dizendo que “as Federações estaduais eram responsáveis pelo credenciamento de imprensa…”

A ACEB mostrou à CBF que isso fere a Lei nº 12.395/2011, no artigo 90-F que estabelece: “Os profissionais credenciados pelas Associações de Cronistas Esportivos, quando em serviço, têm acesso a praças, estádios e ginásios desportivos em todo o território nacional, obrigando-se a ocupar locais a eles reservados pelas respectivas entidades de administração do desporto”.

Marco Polo del Nero levou, então, os jornalistas da ACEB ao encontro da comissão que reavalia o Regulamento Geral das Competições da CBF, onde a redação do artigo foi refeita, adequando à legalidade.

O presidente Eraldo Leite esteve acompanhado dos vice presidentes Márcio Martins Barbosa (presidente da ABCD-BA) e Isaías Bessa (presidente da ACEP-PR) e dos presidentes Luiz Ademar (ACEESP), Marcos Penido (ACERJ), Eduardo Monteiro de Paula (ACLEA-AM) e Luiz Carlos Gomes (AMCE-MG), assim como de Erick Castelhero (vice presidente da ACEESP), Lóris Baena (conselheiro ACEB), Liszt Madruga e Venâncio Souza, ambos representando a ACERN.

*Reprodução do site da ACEB