Despedida Repleta de Homenagens

Um dos momentos mais difíceis para as famílias e amigos dos jornalistas, vítimas do acidente com o avião da Chapecoense, aconteceu neste fim de semana na cidade do Rio de Janeiro: a cerimônia de despedida. Foi repleto de emoção.

O velório de Guilherme Marques, Ary Junior e Guilherme Laars, todos da Rede Globo foi realizado no sábado, 3 de dezembro. Chegaram na sede do Botafogo por volta de 13h, com uma hora de atraso em relação ao esperado. A despedida foi marcada com homenagens de amigos, com a camisa do clube com o nome dos jornalistas. Setenta e um balões brancos foram lançados, lembrando todas as vítimas da tragédia.

Depois do velório na sede do Botafogo, Ary, que era torcedor do Goiás, foi levado para seu Estado de origem. Laars foi enterrado no cemitério São João Batista e Marques foi cremado no cemitério do Caju.

Velorio do reporter Guilherme Marques na sede do Clube do Botafogo, em General Severiano, zona sul da cidade do Rio de Janeiro, na tarde deste sábado.
Velório do repórter Guilherme Marques na sede do Clube do Botafogo, em General Severiano. (foto Celso Pupo)

No domingo, 4 de dezembro, o corpo do repórter Victorino Chermont, da Fox, foi velado desde às 8h no Salão Nobre da sede do Flamengo, na Gávea.  O clube homenageou o repórter, mudando o nome da sala de imprensa do CT (que será inaugurado em dezembro) para Victorino Chermont. A cerimônia contou com a presença do presidente do Clube de Regatas do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello. Victorino foi sepultado no cemitério São João Batista.

Velório de Reporter Victorino Chermont, da Fox Sport, uma das vítimas fatais do acidente com o avião da Chapecoense no Clube do Flamengo, bairro da Gávea, zona sul da cidade, no Rio de Janeiro.
Velório de Repórter Victorino Chermont, da Fox Sport, uma das vítimas fatais do acidente com o avião da Chapecoense no Clube do Flamengo. (foto Celso Pupo)

Na sede social do Fluminense, o corpo do comentarista Paulo Júlio Clement e do repórter cinematográfico Rodrigo Santana, da Fox, foram velados às 11h e por volta das 14h30 uma corrente de oração foi feita em memória das vítimas do voo. A sala de imprensa do novo CT do Fluminense vai receber o nome do comentarista.

A cerimônia contou também com a presença de familiares e colegas de profissão. O enterro de Clement foi realizado no cemitério São João Batista e de Rodrigo no cemitério de Paciência, na Zona Norte da cidade.

matheus-rodrigues
Velório do jornalista Paulo Clement na sede do Fluminense. (foto Fluminense FC)

A ACERJ homenageou os jornalistas enviando coroas de flores.