É Bom Ouvir de Novo: Osvaldo Moreira e Paulo César Tênius

Por José Rezende

É bom ouvir de novo dois excepcionais locutores esportivos, Osvaldo Moreira e Paulo César Tênius.

Osvaldo na década de 50 dividia as transmissões esportivas, meio campo cada um, com Jorge Curi, na Rádio Nacional. Existia um texto da Brahma que enganava muitos ouvintes: “passa por um, passa por dois, passa por três. Brahma Chopp passa por todo mundo. É um prazer beber Brahma Chopp!. Quem estava ouvindo pensava que era um lance do jogo.

A voz, a vibração, o ritmo na narração eram as marcas de Osvaldo Moreira. Ele além da Rádio Nacional trabalhou na Emissora Continental e na Rádio Tupi. Abaixo, Osvaldo Moreira narra o segundo gol do América, marcado pelo artilheiro Luizinho, na partida diante do Bonsucesso.

 

 

Como é bom falar de um amigo, um irmão. Paulo César Tênius iniciou no rádio carioca, integrando a equipe da Rádio Guanabara, formada por Edson Leite, na década de 60.

A bela voz, a narração em cima do lance e a vibração na medida certa foram ouvidas por muito tempo na rádio Nacional, onde trabalhamos juntos, além da Tupi, Federal e Tamoio.

Na vitória do Botafogo sobre o Barreira, em Bacaxá, Paulo César narra o quarto gol alvinegro. Na ponta estava Waldir Luiz, hoje comentarista da Rádio Nacional.