Memória Esportiva: Trios Finais II

f-08-1948-nanati-alvarez-e-miguelpimenta

Em 1948, o trio final do Bonsucesso era Alvarez, Nanati e Miguel Pimenta. O uruguaio Alvarez fazia parte da seleção uruguaia ao lado de Máspoli e Paz. O goleiro jogou também no Olaria. Miguel Pimenta também defendeu o América e a Portuguesa.

 

f-09-1949-doutor-marujo-e-torbis

Na temporada de 1949, o São Cristóvão apresentou Marujo, Doutor e Torbis. Marujo vestiu também as camisas do Canto do Rio e da Portuguesa. Torbis atuou depois no Bangu.

 

f-10-1950-basso-osvaldo-e-nsantos

Com a saída de Gerson para o futebol colombiano, o Botafogo contratou o argentino Basso para a temporada de 1950. Osvaldo defendeu o alvinegro até 1953 e a carreira de Nilton começou e terminou no Botafogo.

f-11-1950-brasil-2-x-paraguai-0-copa-osvaldo-cruz-estreia-de-castilho-e-nsantos-na-selecao

Em 1950, a seleção brasileira preparava-se para a Copa do Mundo. O time branco disputava a Copa Rio Branco com os uruguaios, enquanto o time azul enfrentava os paraguaios pela Taça Osvaldo Cruz.

No estádio do Vasco, o Brasil venceu o Paraguai por 2 a 0. Estrearam na seleção brasileira Castilho e Nilton Santos, que formaram o trio final com Juvenal.

 

f-12-1950-osvaldo-claudio-e-juvenal

No fraco desempenho do Flamengo no campeonato carioca de 1950 (7º lugar), o Flamengo possuía o trio final com Cláudio, Osvaldo e Juvenal. Cláudio era gaúcho; Osvaldo jogara no Olaria; Juvenal, ex-Cruzeiro do Rio Grande do Sul, integrou a seleção brasileira na Copa do Mundo de 50.

 

No campeonato carioca de 1951, além do uruguaio Alvarez, o Olaria apresentava uma dupla de zagueiros que impunha respeito para os adversários, especialmente, nas partidas realizadas na Rua Bariri.

 

f-14-1951-flu-x-bangu-pindaro-castilho-e-pinheiro

Um dos mais famosos trios finais do futebol carioca era Castilho, Píndaro e Pinheiro, no Fluminense. Campeões cariocas em 1951 e da Taça Rio em 1952, eles jogaram juntos durante cinco anos.

Píndaro só defendeu o Fluminense; Castilho, maior ídolo da história do clube, jogou pelo tricolor de 1946 a 1965 e encerrou a carreira no Paysandu, no Pará ; e Pinheiro atuou de 1948 a 1963, iniciando depois a carreira de técnico no próprio Fluminense. Como jogador Pinheiro vestiu ainda as camisas do Bonsucesso e do Bahia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *