Rumo ao Sol da Meia-Noite – Parte II

Por José Rezende

Helsinque, capital da Finlândia, sediou os XV Jogos Olímpicos no período de 19 de julho a 3 de agosto de 1952. Em pleno verão europeu, as noites não duravam mais de 3 horas.

Japão e Alemanha, banidos da Olimpíada de Londres, voltaram a participar dos jogos, além da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas que participavam pela primeira vez.

Representaram o Brasil 108 atletas em 14 modalidades esportivas. Mário Jorge da Fonseca Hermes, atleta do basquete, foi o nosso porta-bandeira. Conquistamos uma medalha de ouro e duas de bronze.

O ouro olímpico de Adhemar

“Terve, terve!”, a saudação “salve, salve!” em finlandês era ouvida por todos no desembarque da delegação brasileira em Helsinque. Quem repetia aquelas palavras era um negro de corpo atlético com um violão embaixo do braço. Adhemar Ferreira da Silva fez questão de aprender finlandês para facilitar a comunicação com o povo da gélida Finlândia. Ganhou a simpatia de todos.

O 14º lugar quatro anos antes, se transformou em ouro olímpico. Na final do salto triplo bateu o recorde mundial ao atingir a marca de 16,22 metros. Querido por todos, Adhemar recebeu a comovente homenagem da cozinheira da Vila Olímpica: um imenso bolo com a inscrição 16,22 m.

Tetsuo Okamoto, de origem japonesa, natural de Marília, no interior de São Paulo, conquistou para a natação brasileira a medalha de bronze nos 1500 metros nado livre.

As medalhas de bronze na natação e no atletismo

No atletismo, o bronze veio com José Teles da Conceição no salto em altura, batendo seu próprio recorde sul-americano, saltando 1,98 metros. O brasileiro Ari Façanha de Sá, no salto em distância, ficou com o quarto lugar com a marca de 7,23 metros.

O bom desempenho dos nossos cavaleiros Eloy Menezes com Biguá conseguiu o honroso quarto lugar na prova individual. Na mesma colocação, terminou a equipe brasileira formada por Álvaro Luciano Dias Toledo com Eldorado, Eloy Menezes com Biguá e Renyldo Pedro Guimarães com Bibelot.

 

  • Adhemar prepara-se para saltar

Foto 01 -  Adhemar prepara-se para saltar

  • Início do salto de Adhemar

Foto 02  - Adhemar inicia o salto triplo

  • Sequência do salto de Adhemar

Foto 03 - A seqüência do salto de ouro

  • O campeão dá a vitoriosa volta olímpica

Foto 04 - Volta olímpica com a multidão gritando da  Silva, da Silva, da Silva

  • Adhemar ocupa o lugar mais alto do pódio

Foto 05 -Adhemar ocupa o lugar mais alto no pódio e é   aplaudido pelo Presidente do COB, Dr. Ferreira Santos

  • Adhemar saúda o público ao lado da placa que mostra a marca de 16,22m

Foto 06 - Medalha de ouro com a marca de 16 e 22

  • O sorridente Tetsuo ocupa seu honroso terceiro lugar no pódio

Foto 07 - Tetsuo Okamoto após conquistar o bronze nos  1500 metros

  • No pódio, José Teles da Conceição ao lado dos norte-americanos ganhadores das medalhas de ouro e de prata

Foto 08 - JTeles - pódio - bronze

  • Renyldo Pedro Guimarães salta com Bibelot

Foto 09 - Renyldo Pedro Guimarães Ferreira salta com  Bibelot